Bem-Vindo

Seja bem vindo ao blogue de fãs da Diana Pinto. A Diana é uma escritora do Blogger, conhecida por escrever as histórias de mistério "A Escola do Terror" e "Encontro com o 666". A primeira lançada em livro em Outubro de 2015.
Aqui encontra notícias, vídeos, fotos, além de conteúdo exclusivo como entrevistas feitas à Diana e aos colegas de escrita da mesma.
Obrigada pela visita e volte sempre!

domingo, 16 de março de 2014

Uma Vida Eterna: Romance ou não? (análise)

Olá!
Ultimamente, vários leitores da Diana têm achado estranha a forma como ela tem escrito os capítulos. Parece ter um romance envolvente entre as duas personagens principais (Catharina e Ricardo).
Além de querermos perguntar o que todos realmente acham disso, queremos também fazer uma breve análise da história.

Personagens:

Catharina é uma rapariga nerd que vai para a escola.
Ricardo é um rebelde popular que brinca com todas as nerds do colégio.
Marina, Stepfanie e Sílvia são as raparigas mais populares da escola e odiadas por todos.
Afonso parece pertencer também a esse grupo mas é o mais querido por parte de Catharina. É chamado o rebelde com coração.
Laryssa é a amiga nerd da Catharina. E é vitima de bullying.

Estas são todas as personagens que em nove capítulos foram retratadas as suas "vidas".

A narração, pela primeira vez está numa personagem, a Catharina. E desde o primeiro capítulo que lemos o dia a dia dela, a forma como ela encara o dia. Em vários capítulos vemos a enorme amizade presente entre a Catharina e a Laryssa e a raiva que tem com os populares.
Mas, na nossa opinião, não achamos minimamente que a Diana queira fazer um romance clichê que todos lemos por aí.
A história, desde o princípio, que é retratada como sendo um Drama e, embora ainda não lermos qualquer drama (além do bullying) achamos que algo de mal está para vir.

O Ricardo e a Catharina, após ele ter sido descoberto na escola a grafitar (Capítulo 6), são mandados pela diretora da escola a trabalharem juntos. A Catharina tem que ajudar o Ricardo nos estudos, já que ele é péssimo aluno.
Se isto fosse de alguma outra escritora, provavelmente iríamos associar estes capítulos a um romance, mas tratando-se da Diana, temos sérias dúvidas que isso realmente aconteça.

E temos várias respostas para isso. A Diana pode pensar num drama em vez de um romance. Como? É muito simples, em baixo temos algumas coisas que podem acontecer nos próximos capítulos (Vamos festejar se isto realmente acontecer!):

- A Catharina mata o Ricardo, ou tenta matá-lo;
- A Catharina mostra ser a assassina da história;
- O Afonso que tanto a Catharina gosta pode ser um amigo já velho dela e podem ser os dois uns assassinos;
- A Laryssa pode realmente vingar-se e matar todos aqueles que praticaram bullying com ela;
- A Marina pode mostrar-se a malvada mas tudo pode no final estar contra ela e ela acabar por ser morta.

Algumas pessoas da nossa equipa ainda acham possível um romance por parte de um deles (Catharina ou Ricardo) mas o outro vai revelar-se um assassino, alguém em quem não se pode confiar e acaba por matar o parceiro.
Esta ideia veio depois de a Diana falar do escritor Camilo Castelo Branco. Camilo Castelo Branco foi um grande escritor português da época do romantismo e, tal como está escrito no livro "Amor de Perdição", as duas personagens morrem de amor. Talvez a Diana tenha se inspirado no escritor e tenha dado essa pista no capítulo 8 daí a ideia de um deles se ter realmente apaixonado pelo outro, mas, com certeza, que irá terminar mal (já que a história é um drama).

Podemos estar a sonhar muito alto com a nossa imaginação mas com certeza que o final desta história não será um romance como transparece ser.

E agora? Depois desta análise, qual é a vossa opinião?
Ainda vos parece um romance?